Quando se pode abandonar um Guru?

Apenas em duas circunstâncias:
Primeira: É dever de alguém deixar um guru que não pode ensinar o discípulo o que ele deveria ou não fazer, e que toma o caminho errado, ou faz por causa de má associação ou porque ele é oposto aos Vaisnavas. Por conseguinte, de acordo com as regras do sastra, deve-se tomar mantras novamente de um guru Vaisnava.
Segunda:Se ele foi um Vaisnava que conheceu a verdade espiritual e princípios quando o discípulo o aceitou, mas que mais tarde tornou-se um Mayavadi ou um inimigo dos Vaisnavas por influência de asat-sanga (más companhias).É dever de alguém deixar tal guru.

Obs - Não é apropriado deixar um guru cujo conhecimento é escasso, se ele não é um Mayavadi ou um inimigo dos Vaisnavas e não está apegado a atividades pecaminosas. Neste caso, deve-se respeitá-lo como guru, e com sua permissão, deve-se ir a um outro Vaisnava que é mais esclarecido, servir este Vaisnava e tomar instruções dele.
Bhaktivinoda Thakur