O que é mais querido para o ser vivo?

Sri Sukadeva Gosvami responde: "Para todo o ser criado o que há de mais querido sem dúvida é o próprio eu. O afeto a tudo o mais - filhos, riqueza e assim por diante - deve-se apenas ao afeto pelo eu".

  Como se explica neste verso, a entidade viva serve à sociedade, à nação, à família e assim por diante só porque estes objetos de afeição representam o conceito expandido do falso ego.
Srimad Bhagavatam 10.14.50