Como entender as formas de Bhakti?


   Srila Bhaktivinoda Thakur compôs um tratado intitulado Sri Tattva Sutra, uma sistemática e concisa apresentação da completa ciência de Bhakti Yoga. Devemos entender do Sri Tattva Sutra que Bhakti é uma só: bhaktih purnanuraktih pare - "A função espiritual de Bhakti é caracterizada como um profundo apego ao Senhor Supremo." (STS 31).   Portanto Bhakti na sua forma perfeita é raga (atração a Krsna), e isto é espontaneamente manifesto nos residentes de Goloka Vrndavana, os quais são chamados Ragatmika Bhaktas ou Svarupasiddhi Bhaktas.

Srila Bhaktivinoda descreve Sadhana Bhakti como tendo um aspecto interno e outro externo. Raganuga é o aspecto doce e suave interno da fruta de Sadhana Bhakti. Vaidhi é o aspecto que protege a parte externa da fruta de Sadhana Bhakti."

  Numa outra passagem Srila Bhaktivinoda Thakur explica que na verdade não existe diferença entre Vaidhi e Raganuga, quando a intenção inicial é desenvolver amor puro e incondicional à Krsna.
 
 

 No Bhakti Sandharbha Anucchedya 311, Srila Jiva Goswami explica:
"Devotos que apresentam interesse em praticar Raganuga Bhakti, mas que ainda são Ajata Ruci Raganugas (sem muito gosto por ouvir e cantar), devem combinar os princípios de Vaidhi Bhakti com a prática de Raghanuga Bhakti."

Enquanto Vaidhi é dependente das injunções escriturais, Raganuga é dependente de um desejo espiritual (Lobha) que surge da misericórdia de Deus e de Seus devotos amorosos.