As deidades de Srila Bhaktivinoda Thakur.

 
Sri  Sri Goura  Gadadhara

 
    Srila Bhaktivinod Thakur é um dos mais proeminentes Gurus na linha da Rupanuga Sampradaya em descendência espiritual direta de Sri Chaitanya Mahaprabhu. Foi Governador de Jaganatha Puri, Magistrado e autor de mais de 30 livros sobre o pensamento Vaishnava segundo a milenar tradição védica. Ele percebeu que o Ocidente estava pronto para aceitar os conceitos elevados ensinados por Mahaprabhu e transmitiu essa ideia a seu filho Srila Bhaktisidhanta Saraswati Thakur.

Como entender a Sri Murti (deidade)?


 

    Há aqueles que se alarmam diante da teoria da adoração de Srimurti (deidade). "Oh", dizem eles, "Adorar Srimurti é idolatria! Srimurti é um ídolo produzido por um artista e introduzido por ninguém mais do que o próprio Belzebu. Adorar tal objeto despertará o ciúme de Deus e limita Sua onipotência, onisciência e onipresença!".

 
    Belzebu ou Satã nada mais são do que objetos da imaginação ou assunto de uma alegoria. Não se deve permitir que um ser alegórico ou imaginário aja como um obstáculo a bhakti (devoção).

    Mahaprabhu também rejeita a idolatria, mas considera a adoração de Srimurti como sendo o único meio excepcional de cultura espiritual. Foi mostrado que Deus é pessoa e todo-belo. Sábios como Vyasa e outros viram essa beleza com os olhos de suas almas e nos deixaram descrições. É claro que a palavra carrega consigo a densidade da matéria. Mas a verdade é ainda perceptível nessas descrições. Conforme essas descrições, a pessoa representa pictoricamente uma Srimurti e com prazer intenso vê o grandioso Deus de nosso coração lá! Irmãos, isso é errado ou pecaminoso?

    Aqueles que afirmam que Deus não possui forma material nem espiritual e imaginam uma forma falsa de adoração são certamente idólatras. Mas aqueles que, vendo a forma espiritual da Deidade com os olhos de suas almas, carregam essa impressão na medida do possível até a mente e então emolduram um emblema para a satisfação dos olhos materiais, tudo destinado ao estudo contínuo de um sentimento superior, não são de modo algum idólatras. Enquanto olham para uma Srimurti sequer percebem a própria imagem, mas enxergam o modelo espiritual da imagem e são teístas puros.

   Idolatria e adoração de Srimurti são duas coisas distintas, mas vocês simplesmente confundem uma pela outra devido à sua precipitação. Para dizer-lhes a verdade, a adoração de Srimurti é a única forma verdadeira de adoração da Deidade, sem a qual você não pode cultivar o bastante seus sentimentos religiosos. O mundo atrai você através de seus sentidos e, enquanto você não vir a Deus nos objetos de seus sentidos, você viverá numa posição embaraçosa que em muito pouco ajuda você a garantir sua elevação espiritual.

 
    Ponha uma Srimurti em sua casa. Pense que o Deus todo poderoso é o guardião da casa, a comida que você aceita é a Sua prasada e as flores e perfumes também são Sua prasada. Os olhos, nariz, tato e língua, todos têm uma cultura espiritual. Você o faz com um coração sagrado e Deus saberá isso e julgará você por sua sinceridade.

   E mais, se a compaixão, o amor e a justiça Divinas podem ser retratados por um lápis e expressadas por meio do cinzel (formão), por que não o seria a beleza pessoal da Deidade abrangendo todos os demais atributos retratados na poesia ou numa imagem expressa pelo cinzel para o benefício do homem? Se palavras podem impressionar pensamentos, se o relógio pode indicar o tempo e sinais podem nos contar uma história, por que uma imagem ou figura não poderiam produzir associações de pensamentos e sentimentos mais elevados com respeito à beleza transcendental do Personagem Divino?

 
    Texto extraído do livro de Srila Bhaktivinod Thakur: Chaitanya Mahaprabhu's Life and Precepts.












 

Em que deveríamos pensar enquanto cantamos o mahamantra?



    Srila Govinda Maharaj responde: Uma vez Srila Guru Maharaj estava dando harinama-diksa a alguém e a pessoa fez essa pergunta. Ele respondeu: “Não é necessário pensar em nada. Vocês deveriam apenas saber que o mahamantra Hare Krsna é um mantra transcendental. Se vocês podem oferecer nutrição apropriada a vocês mesmos e a esse mantra, Ele poderá se revelar em seus corações. Nutrição apropriada significa que você deve evitar os dez tipos de ofensas, e durante o seu cantar, você deve orar ao Santo Nome: ‘Ó Hare! Ó Krsna! Por favor, revele-se em meu coração’ ”.

    O mahamantra é expresso como um chamado ao Senhor. Hare Krsna significa Radha-Krsna.

Por que não progrido na vida espiritual?

  
    Os aspirantes à devoção devem observar cuidadosamente seus estados pessoais. Eles devem considerar como eram ontem, como estão hoje, e quais progressos fizeram. Observando durante vários dias, se notarem que não houve nenhum progresso , deve-se entender que há algum mal oculto ou ofensa que está impedindo o caminho. Deve-se detectar essa ofensa e tentar evitá-la, e a companhia dos devotos vai poder ajudar a evitá-la. O cultivo e suplica constantes a Krishna  vão lhe proteger para que essa ofensa não reapareça. Aqueles que não observam esses estágios evolucionários, vão atrasar o seu desenvolvimento por causa do obstáculo não notado. Portanto, ó devotos! Tomem um cuidado especial com isto.
 Extraído do Sri Chaitanya Shikshamritam de Srila Bhaktivinoda Thakur

Qual a relação entre fé e Srimati Radharani?

   

   Fé é a potência particular de Srimati Radharani. Fé é a própria natureza de hladini-shakti, a potência de êxtase, que está plenamente representada em Srimati Radharani e que pode transmitir consciência de Krsna total aos devotos que estão de fora. Fé é o halo (auréola) de Srimati Radharani, por cuja luz se pode compreender Krsna. Sraddha, fé, é uma substância especial sobre a qual deveríamos inquirir. Não é algo meramente abstrato.

 Explicação de Srila Bhakti Raksak Sridhar Dev-Goswami Maharaj

 

Qual a importância da fé?

     
       Srila Bhakti Raksak Sridhar Dev-Goswami Maharaj responde esta questão citando o Bg. 2.69 traduzido por ele: " Algumas pessoas estão    despertas no mundo de experiência; seu dia é o mundo de experiência e sua noite é o mundo da alma, o mundo de Deus. Outra classe de pessoas está desperta no mundo da alma e dorme para este mundo de experiência . Este mundo é a escuridão para elas, enquanto que estão bem despertas no mundo da fé . Descobriram que o mundo da fé é permanente".