Qual a relação da descoberta da NASA com o Poder de Nomes de Deus?





Um relatório de Sripada Bhaktivedanta Madhava Maharaja





Imagens do espaço tiradas pela NASA revelam uma antiga ponte misteriosa no Estreito de Palk entre a Índia e o Sri Lanka.
Srila Narayana Maharaj: Este relatório recente da NASA deu um vislumbre da cultura da antiga Índia.

Membro da audiência: Você pode por favor dizer mais sobre isso, com exemplos para que os recém-chegados aqui possam entender.
Srila Narayana Maharaj: A cultura védica é dada nas escrituras védicas . De acordo com o Srimad -Bhagavatam e outras escrituras, as quatro yugas (Satya, Treta, Dvapara e Kali Yuga) formam uma Divya Yuga . Setenta e uma  divya yugas é igual a duração de um manvantara . Quatorze manvantaras faz um dia de Brahma, cuja noite é de mesma duração. Brahma tem um ano de 360 ​​dias e uma vida útil de cem anos.
  Está além da capacidade dos cientistas modernos calcular corretamente esses eventos.

Um indiano residente da Austrália : Swamiji, este relatório tem qualquer outro significado ?

Parte superior do formulário Srila Narayana Maharaj: Ouça. Você é um cientista. Um dos nossos bhaktas apontou voce  para mim antes da aula. Naquela época, na Índia antiga, a ciência e a arquitetura da Índia eram tão avançadas,que estão  além de sua compreensão. A descoberta recente da NASA mostra que essa ponte de trinta quilômetros não tem sequer um pilar, nem é construída com qualquer cimento ou ferro. Será que os esforços unificados de todos os cientistas do mundo realizam qualquer coisa assim? Naquela época, a Índia era altamente civilizada e sua tecnologia também era avançada. Tudo isso está além de seu alcance.

Cientista: Swamiji, você comentou sobre o assunto de tecnologia avançada. Havia  informática durante o tempo da antiga Índia ? Indianos têm aprendido conhecimentos de informática dos países ocidentais .

 Srila Narayana Maharaj:Sua pergunta me faz rir. O conhecimento da ciência indiana é de um tipo especial, ou seja, se trata de realização. Seu conhecimento , contudo, é desprovido de realização e não é do conhecimento efetivo. De certa maneira vocês são inocentes. Sua linhagem familiar é indiana, mas como você pode entender estas coisas? Sem a ajuda da antiga Índia e da cultura indiana, o mundo não poderia avançar um centímetro sequer . Você já ouviu falar da escritura chamada Srimad-Bhagavatam ?
Cientista: Sim, euconheço. Mesmo  eu sendo um cientista , eu tento estudar o Bhägavatam diariamente.

Srila Narayana Maharaj:Eu vou lhe dar um exemplo de ciência da computação a partir do Srimad-Bhagavatam . Você conhece a história de Sringi Ani, o filho do Ani Samika , que amaldiçoou o rei Pariksit com a mera idade de cinco anos?
Cientista: Sim, Swamiji , eu sei disso. Eu ouvi de minha mãe que, devido a essa maldição, o Bhagavatam se manifestou neste mundo

Srila Narayana Maharaj: Sua mãe lhe disse corretamente. Ela deve ser um bhakta . Nenhuma pessoa comum pode compreender este mistério, só os devotos podem fazê-lo. Imediatamente após essa maldição todos os munis e Anis , fizeram um voto de jejuar até a morte e, de uma só vez chegaram às margens do Ganga com o rei Pariksit . O sábio Maìgal da Mongólia e o sábio Kasyapa da costa do Oceano Kaisipayana também chegaram lá. Basta ver o sistema de internet da Índia antiga . Comunicações e transportes eram tão avançados na época, que todos estavam  reunidos lá dentro de poucos instantes.
Devoto: Gurudeva, nós ouvimos  as glórias da antiga cultura indiana, conforme descrito no Srimad-Bhagavatam . Naquela época, você estava falando em relação às glórias de Sri Nama . Qual a ligação que tem o nama com a descoberta da NASA ? Não estou entendendo.

Srila Narayana Maharaj: A tecnologia que foi usada para construir esta ponte, que foi descoberta pela NASA, foi a tecnologia NAMA e nada mais. No momento da construção desta ponte, Nala , Nela , Hanuman e todos os outros  colocaram pedras na água enquanto pronunciavam o nome de Bhagavan : "Rama , Rama ". Pela influência desse nome as pedras não afundaram, mas sim todos elas se uniram. Em sua infância, Nala e Nela foram muito travessos, e costumavam jogar as kusa – asanas (esteiras de palha) dos sábios  e outros bens na água , causando-lhes seu afundamento. Os sábios ficavam irritados e declaravam: " Qualquer coisa que vocês joguem na água vai flutuar ". Havia tanto poder nas palavras desses nama-parayana sábios (sábios que estão totalmente dedicados ao santo nome de Bhagavan ), que tudo que  Nala e Nela jogavam  na água se recusava a afundar. Esta maldição tornou-se uma bênção para eles, assim como a maldição do nama- paräyana Ani Närada sobre os dois filhos de Kuvera , Nalakuvara e Manigriva , permitiu-lhes atingir Vrajendra - nandana Syämasundara. Se Nama paräyana Deva Ani não tivesse amaldiçoado Nalakuvara e Manigriva, eles não teriam atingido Bhagavan.
          A potência do NAMA pode não só criar uma ponte sobre o oceano para permitir o exército de  Rama  atravessar, mas pode até mesmo construir uma ponte para a jiva atravessar este oceano de ignorância e chegar à sua verdadeira casa. Além de tecnologia NAMA nenhuma tecnologia tem essa capacidade. Esta é a verdadeira glória do NAMA.
 

  Obs - Imagens fotografadas do espaço pela NASA revelam uma misteriosa ponte milenar no estreito de Palk entre a Índia e Sri Lanka. A recém-descoberta ponte de Ramacandra atualmente chamada de ponte de Adão é constituída de uma cadeia de bancos de areia de 30 km de comprimento. A curvatura e composição singulares da ponte revelam que ela foi feita pelo homem.
  Lendas e estudos arqueológicos revelam que os primeiros sinais de habitantes humanos em Sri Lanka datam de uma era primitiva, cerca de 1,75 milhões de anos, e a idade da ponte é também quase equivalente.

  Esta informação é um aspecto crucial para uma compreensão da misteriosa lenda chamada Ramayana, que calcula ter ocorrido em Treta-yuga  (mais de 1,7 milhões de anos atrás). Nessa epopéia menciona-se uma ponte construída entre a Índia e a costa de Sri Lanka sob a supervisão do dinâmico e invencível rei Rãma.