Quando Radhika está na casa de seus sogros Jatila e Kutila (são a mãe e irmã, respectivamente, de Abhimanyu, o "chamado marido" de Shrimati Radharani nos passatempos de Krishna). suspeitam dela ou não?


  Srila Gour Govinda Maharaja fez essa pergunta para Srila Gurudeva Narayana Maharaja.
  Gurudeva disse: "A cada passo dela (Radha), elas estão suspeitando ". Então Gour Govinda Maharaja disse: "Pode dar alguns detalhes ? "

  Gurudeva contou o seguinte passatempo.

  Radhika costumava ir ao Surya Puja, a adoração do deus Sol. Chandravali costumava adorar Gauri Devi. Quem quer que tenha ido ao parikrama de Govardhana sabe que pouco antes do Govinda Kunda há um kunda chamado Sankarshana Kunda. Fica no lado direito quando você está vindo de Dana Ghati. No lado esquerdo, cerca de meio quilômetro mais abaixo é Gauri Kunda. Chandravali costumava adorar Gauri Devi lá, e, ocasionalmente, Krishna se reunira com Chandravali lá. Radha Kunda é o lugar de Radha Thakurani . E perto do Radha Kunda está Surya Kunda onde Radhika costumava ir para adorar o deus Sol. Então, por que elas estão adorando Gauri ou o deus Sol? Porque elas estão fazendo passatempos  humanos.
  Então Jatila enviou Radhika, Lalita, Visakha e outras sakhis para irem adorar o deus Sol. Mas elas foram lá, e em vez disso realizaram passatempos balançando com Krsna.

 Depois elas praticaram esportes aquáticos com Ele. Em seus esportes aquáticos elas fizeram uma aposta. Se Krsna perdesse o jogo ele teria que dar sua flauta para as gopis. Se as gopis perdessem, elas teriam que dar suas pulseiras. Então os esportes na água começaram. Krsna foi tão forte que ele derrotou todas as gopis sozinho. Madhumangala e Krsna estavam rindo e Madhumangala disse: "Agora Krsna tome as pulseiras  das gopis, vá para Mathura e venda tudo isso e traga pala sita, os doces de açúcar". Madhumangala gostava muito de doces.
 As gopis  ficaram  muito perturbadas ouvindo Madhumangala dizer essas coisas. Então eles jogaram novamente e desta vez as gopis ganharam de Krsna. Em seguida, as sakhis disseram: "Tome a flauta dele. Dê a Madhumangala e ele vai vendê-la em Mathura e trazer doces de açúcar .

  Então Radhika disse: "Não, não, não. Ele está dizendo sita-pala . Sita-pala tem dois significados, significa doces de açúcar ou  pedra branca. Lalita, vá ao topo da colina de Govardhana, lá tem muitas pedras brancas , trazei-as e jogue-as na cabeça de Madhumangala, então ele pode ter sua sita-pala".
 Madhumangala ficou muito preocupado e pensou, " Oh meu Deus, elas vão jogar na minha cabeça e me machucar !".

 Depois as gopis se lembraram : "Oh, nós temos que ir para Surya puja, o que fazer? "
 Um dos papagaios de Krsna disse: "Jatila já está lá em Surya Kunda ". Então, todos elas ficaram muito preocupadas e enviaram Radhika, Visakha e outros para o Surya Kunda .

 Ao chegar Jatila disse: "Oh, por que você chegou tão tarde? "
 Radhika disse: "Oh, nós fomos tomar banho em Manasi Ganga por isso chegamos um pouco tarde".

 Jatila disse: "Onde está Kundalata e Lalita ?”

 Visakha disse: "Oh, hoje não foi possível encontrar qualquer brahmana para a adoraração. Então, elas estão à procura de um brahmana e em breve elas devem estar aqui".

 Então Krsna sob o disfarce de um rapaz brâmane chegou junto com Kundalata e Lalita. Lalita disse: "Oh Jatila, hoje estamos completamente cansadas .Procuramos por todos os lugares. Íamos abrir mão de qualquer esperança de fazer Surya puja. Então, finalmente encontramos um sacerdote, ele é muito qualificado e um querido discípulo de Gargacarya. Ele não queria vir, porque  disse que não iria fazer puja para senhoras. Mas de alguma forma eu fiz ele concordar e ele veio".
 Embora Krsna estivesse disfarçado, Sua aura ainda era visível. Jatila disse: " Oh, menino  brâmane , por favor faça uma adoração para minha nora".

 Krsna mudou a voz e disse: "Eu posso fazer, mas eu sou um naisthiki bramacari, por isso é estritamente proibido para mim ver o rosto de uma senhora ou tocar uma. No entanto , se eu não tocar em sua nora,  a adoração não será completa ."
Jatila disse: "Não, não, não. Você pode ver o rosto de minha nora. Você é um brâmane qualificado. Sua voz é tão doce e tão grave. Você pode tocar a minha nora, não há problema ".

Krishna disse: "Não, eu não posso quebrar meus princípios". Jatila disse: "Não , não, não . Você tem que fazer". Ela agarrou os seus pés e disse:" Oh menino brâmane, não tenha um  coração tão cruel ".
 Então Krsna disse, " Ok, deixe-me pensar. Você pode trazer uma grama kusa. Eu posso segurar uma extremidade e ela tocar em outra extremidade . Por isso eu vou tocá-la e não tocá-la também".

 Jatila disse: "Não tem problema, você pode fazer isso".
 Então Surya puja foi passando, e elas tiveram que fazer reverências para o deus do Sol e, em seguida, acamana, gandha, Snana etc. Krsna disse a Radhika , "Ok, por favor, ofereça algumas flores com o mantra ‘Om Namah mitriya '. Isso significa que você está dando um lugar para ele se sentar ."

 Mitra é um nome de Surya , mas também significa amigo. Então Krsna estava realmente dizendo a Radhika : "Eu sou Seu amigo, melhor você fazer reverência para Mim". No entanto, Jatila não conseguia entender isso.
 Krsna disse: “Você deveria dizer idam acamaniyam ... “ Assim, todos os mantras eram para Krsna, mas Jatila estava pensando que eram tudo para o deus-sol. Todas as gopis sabiam que Krsna estava disfarçado e todos os mantras foram para Ele .

  Depois Krishna disse: "Agora recitem o mantra, depois Om jaya me ... e Radhika o fez.
  Em seguida Madhumangala chegou lá, e elas tinham feito muitos tipos de doces para oferecer. Vendo-os Madhumangala não poderia segurar a sua gula. A saliva começou a sair de sua boca.

 Vendo a chegada de Madhumangala, Jatila ficou chateada dizendo : "Oh, o que  o amigo do menino negro está fazendo aqui? Por que você está aqui?”
  Todo mundo sabia que Madhumangala era o discípulo de Gargacarya porque só os meninos brâmanes estavam naquele grupo. Madhumangala disse: " Eu tenho que  recitar o sukta(poema) ao deus Sol. Meu irmão espiritual  não pode fazer tudo sozinho. Eu tenho que recitar o sukta sol".

 Jatila disse, "Ok". Depois de Madhumangala ter recitado, ele imediatamente começou a comer tudo. Ele não conseguia parar.
  Alguma doação tinha que ser feita. Jatila não trouxe nenhum dinheiro, nem ouro, nem nada, então ela olhou para Radhika. Radhika então deu um de seus anéis de dedo para Jatila e Jatila foi dar para Krsna.

  Krishna disse: "Não! Eu não posso tocar em qualquer coisa de um corpo feminino. Isso é completamente contra os meus princípios religiosos".
 Jatila então disse: "Se você não tomar qualquer dakshina, a adoração será incompleta. O que devo fazer ?"

 Madhumangala disse: "Dê-me isso. Eu sou um brâmane também , e sou o seu irmão espiritual. Dê-me o anel". Então Madhumangala pegou e, em seguida, voltou a comer os ladhus.
 Krsna disse para Radhika: "Agora nós temos que cantar om ..... e enquanto você canta isso, por favor, faça pranams ao deus Sol , faça parikrama , e assim o puja será completo".

 Radhika estava absorta no puja vendo Krsna sob o disfarce de um menino brâmane e todas as gopis estavam muito absortas nesse humor também. Anteriormente as gopis haviam pego a flauta de Krsna e Radhika havia escondido em seu cabelo trançado. Então, quando ela fez pranams, a flauta caiu no chão e fez um som.
 Jatila disse: "O que foi isso ? Que barulho foi esse? "  Imediatamente Jatila pegou a flauta e disse:" Oh! O que é isso?", e ela começou a ficar furiosa! Ela disse: "Por favor, diga a verdade! De onde você tirou essa flauta?"
Radhika disse: "Oh minha respeitada sogra, por que você se tornou tão zangada?"



 Jatila disse: "De onde você tirou essa flauta?"
 Radhika respondeu: "Nós achamos perto de Govardhana. Decidimos que essa flauta é a raiz de todos os males, como aquele sujeito negro que está sempre chamando as gopis com ela e quebrando as suas castidades. Então, discutimos entre nós e decidimos que iríamos jogá-la no Yamuna. Se não houver bambu não pode haver flauta. Da mesma forma, se não houver uma flauta, então Ele não pode tocá-la, e assim Vraja será salva. Por esta razão, ela estava escondida agora".

 Tornando-se ainda mais irritada, Jatila disse: "Você está sempre me enganando e dizendo mentiras ".
Radhika disse: "Não sogra, eu não estou dizendo qualquer mentira".

Enquanto isso Krsna disfarçado como o menino brâmane estava fingindo que não sabia de nada. Ele disse: "Oh, minha senhora, eu posso fazer uma pergunta?”


 Jatila disse: "Sim, é claro. Você pode fazer qualquer pergunta".
Krishna disse: "Eu tenho um pedido. Você, por favor, pode vir aqui todos os dias para ajudar na adoração ao deus Sol com sua nora?".
 Ela disse: "Eu posso fazer isso".

 Então Krsna perguntou: "Por que está tão zangada com a sua nora ? O que aconteceu? Se você não tem problemas em dizer-me, por favor, diga-me francamente. Eu posso ser capaz de conciliar as coisas".
 Então Jatila disse: "Você sabe de Nanda Baba de Vraja ?"

 Krishna disse: " Sim, nós já ouvimos falar de suas glórias em Mathura. Ele é muito famoso em Mathura. Todos em Mathura o respeitam".
 Jatila disse: "Você sabe que ele tem um filho chamado Krsna?"

Krishna respondeu: "Krsna que matou Putana, Aghasura e Bhakasura?"
 Jatila disse: "Sim  sim, sim".

 Krishna disse: " Ah, sim . Muitas glórias! É apenas um pequeno menino e já matou tantos demônios. Todos os Mathura-vasis respeitam muito ele. Eles são amigos dele".
 Jatila disse: "Esta é a flauta que pertence a ele. Quando ele toca esta flauta à noite,  arrasta as Vraja- gopis ... Oh Vishnu, Vishnu, Vishnu ! Eu não posso nem pronunciar com minha própria língua o que Ele faz ! "

 Então Krsna começou a olhar para a flauta. Ele disse: " Posso dar uma olhada na flauta por um minuto? "
 Jatila disse, "Ok".

 Então ela deu a flauta a Krsna. Ele olhou para a flauta de uma maneira como se  nunca a tivesse visto antes e falou: "Ah, então esta é a flauta".
 Jatila disse: "Sim. Se você quiser eu posso te dar essa flauta. Então, pelo menos a raiz de todo o mal vai de Vraja para Mathura. Assim eu posso ficar em paz. "

 Krishna disse: "Ok. Se você não gosta, eu posso levá-la para Mathura sem nenhum problema ".
 Jatila disse: "Sim, sim, muito bom. Você pode levar, não há problema".

Então, Srila Gurudeva disse a Srila Gour Govinda Maharaja que sim, Jatila e Kutila estão sempre duvidando de Radhika.
Relato de Srila Bhaktivedanta Madhava Maharaja