SURGIMENTO DO RADHA-KUNDA

Radha e Syama kunda


   O lago de Radha surge em um local onde Krishna luta com o demônio Arista, que aparece disfarçado de touro e Ele o mata.
   Assim que chega próximo de Radha, ela diz que ele deve tomar banho em todos os locais sagrados, para se purificar.
   Usando o calcanhar ele faz um buraco e pediu que as águas de todos os locais sagrados comparecessem ali, surgindo o Shyama-Kunda. Depois se apresenta todo orgulhoso na presença de Radha. Então ela combina com as gopis de fazer um lago mais bonito e passam a escavar com suas pulseiras. Todos os locais sagrados vieram saudá-la, respondendo é claro, a um sinal de Krishna. Então eles quebraram as paredes do Shyama-Kunda para que as águas fluíssem para o RADHA-KUNDA.
  Com o passar dos anos os lagos se transformaram num pântano. Raghunata Das Goswami orou para que as árvores lhe indicassem o local correto dos kundas (lagos) e foi atendido. Depois para a reconstrução dos mesmos, foi ajudado por um senhor muito rico. Alguns mahatmas construíram suas cabanas próximas do Radha-Kunda e o local acabou se tornando uma vila. O Raha-Kunda fica dentro da floresta de Vrindavana (estado de Uttar Pradesh/Índia).

 O Radha Kunda é conhecido como o Prema Svarupa, líquido de Sri Radha, ou seja, a forma líquida do amor mais elevado à Krsna.