Quem são os governantes nesta era presente?

  Em Kali-yuga, a classe governante será meramente composta de assaltantes (dasyus), porque homens de terceira e quarta classe monopolizarão os afazeres do governo. Ignorando os princípios religiosos e as regras e regulações bramínicas, eles decerto tentarão assaltar as riquezas dos cidadãos, sem lhes dar qualquer satisfação. Os cidadãos serão tão importunados, que terão que abandonar o aconchego do lar e ir para a floresta para escapar das arremetidas dos funcionários governamentais, que não tem misericórdia e agem que nem assaltantes.

Bhag.12.2.13 e 12.2.7-8.

"Sendo impuras, negligenciando desempenhar apropriadamente os deveres humanos, e sendo influenciadas pleos modos da paixão e ignorância, pessoas sujas, fazendo-se passar por membros do governo engolirão os cidadãos".
Bhag.12.1.40.

O que são os mlecchas?



  São aqueles que não seguem os princípios védicos. Em tempos remotos eles eram escassos. Na era atual (Kali-yuga)as pessoas são automaticamente mlecchas.


Srila Prabhupada no Bhag.9.16.34.

As "máximas" de Canakya Pandita


  Sri Chanakya Pandita, também conhecido como Kautilya, e às vezes como Visnugupta ganhou fama eterna 2.500 anos atrás por dois motivos: os seus escritos em sânscrito sobre a civilidade e os seus conselhos práticos. Ainda hoje, na capital da Índia, Nova Delhi, a área diplomática tem um nome: Chanakya Pandita.

*Alguém cujo conhecimento está confinado a livros e cuja riqueza está na posse de outros, não pode usar seu conhecimento nem sua riqueza quando precisa deles.
 
*Da mesma maneira que uma árvore quando incendiada provoca a queima de toda a floresta, similarmente, um mau filho destrói uma família inteira.
*Existem três jóias sobre a terra: alimento, água, e palavras agradáveis- os tolos ( Mudhas) consideram pedaços de pedras como jóias.

* Não devemos nos lamentar por aquilo que passou, nem devemos ansiar pelo futuro. Um homem de discernimento lida somente com o presente momento.
 
*No mundo material, a vida pode terminar a qualquer momento, mas se durante esta vida a pessoa fizer algo útil, esta qualificação é registrada eternamente na história.
 
*A combinação entre o homem e a mulher vale a pena se as qualidades de ambos estão no mesmo nível.
 
*Nunca deposites tua fé numa mulher ou num político.
 
*Se alguém tem uma esposa semelhante a uma raposa astuciosa, ele deve imediatamente deixar de viver no lar e ir para a floresta.
 
*Uma mulher torna-se bela através de sua castidade e fidelidade ao seu esposo, e uma pessoa feia fica bela ao tornar-se um sábio erudito.
 
* Não há austeridade maior do que uma mente equilibrada e felicidade igual ao contentamento; não há doença como a cobiça e nem virtude como a misericórdia .
 
*Não viva num país onde você não é respeitado, não pode manter o seu sustento, ter amigos ou adquirir conhecimento.
 
*Pobreza é realçada pela coragem, roupas gastas mantendo-as limpas, comida ruim aquecendo-a e feiúra por boa conduta.
 
*Um homem desprovido de riquezas não é pobre; na verdade ele é rico se for erudito, mas o homem desprovido de conhecimento é pobre em todas as formas.

Existe Satã?


 Mesmo que existisse alguém como Satã, este não passaria de uma jiva (entidade viva) especial sob o controle de Deus, sem poder algum para fazer qualquer coisa contrária a vontade de Deus. No entanto, em minha opinião, não é possível existir uma entidade viva monstruosa como essa. Não é possível que aconteça nenhuma atividade que seja contrária a vontade do Senhor, tampouco existe alguma entidade viva independente Dele. Jaiva-Dharma, cap. 11.

Qual a imporância de Caitanya Mahaprabhu para o vaisnava-dharma ?

  A essência supremamente confidencial do vaisnava-dharma é o despertar de prema (amor puro). Sriman Mahaprabhu criou a boa fortuna para todas as jivas (entidades vivas) ao distribuir este prema mediante o cantar de sri-hari-nama. Alguém revelou este ensinamento antes de Mahaprabhu? Embora esta verdade existisse nos sastras (escrituras), não havia nenhum exemplo claro dela que pudesse inspirar as jivas comuns a praticá-la em suas próprias vidas. Na verdade, antes de Sriman Mahaprabhu, acaso alguém havia tomado posse do tesouro de prema-rasa e distribuído dessa maneira, mesmo aos homens comuns?


Srila Bhaktivinoda Thakur

Como se pode remover o defeito do nascimento degradado?


  O defeito de um nascimento degradado é resultado de prarabdha-karma, atividades anteriores que passaram a frutificar nesta vida. Este prarabdha-karma pode ser destruído pela recitação do nome de Bhagavan.

"Mesmo um comedor de carne de cachorro de nascimento inferior pode salvar-se da existência material pelo simples fato de ouvir o Seu santo nome uma só vez".

Srimad-Bhagavatam (6.16.44)

Se a Sri-vigraha (Deidade) que é adorada foi modelada por um ser humano, como pode ser eterna?


A forma transcendental de Bhagavan (Senhor) é um primeiro lugar revelada à consciência pura da jiva (ser vivo) e, então ela é refletida na mente. A forma externa da Deidade é modelada de acordo com esta forma transcendental revelada na mente e pelo poder de bhakti, a forma de Bhagavan manifesta-Se então na Deidade. Quando o devoto tem darsana (visão) da Deidade, esta Deidade une-se à forma transcendental de Bhagavan que o devoto vê em seu coração.
Explicação de Srila Bhaktivinoda Takura, no final do séc. XIX.

Deve-se exteriorizar a devoção pelo Senhor?


"Internamente, desenvolva uma firme fé em Sri Krishna e externamente cumpra suas atividades mundanas, de tal modo que ninguém consiga detectar sua atitude interna. Ao agir assim , Sri Krishna irá rapidamente libertá-lo da existência material".

Instruções de Sriman Mahaprabhu (Caitanya-caritamrta, Madhya 16.238-239).

Como este mundo é criado?

   Este mundo material é criado pelo olhar de Krishna. Ele lançou Seu olhar para a totalidade da energia material (mahat-tattva),e quando este se agitou , tudo veio a existência. Os ocidentais pensam que a causa que originou a criação foi um montão de matéria que explodiu. Se alguém pensa que este montão de matéria é o mahat-tattva, pode-se entender que o mesmo foi agitado pelo olhar lançado pelo Senhor.



Comentário de Srila Prabhupada. (Bhag 9.5.5)