Quando podemos rejeitar um Guru?


  Se por algum infortúnio o mestre espiritual cair em má associação, gradualmente ele perde sua realização espiritual e potência. Na época em que o discípulo o conheceu, o guru era fidedigno e realizado, porém mais tarde, devido a ofensas contra o santo nome (namaparadha) se tornou confundido por maya e destituído de conhecimento. Nesta condição ele detesta a companhia Vaisnava e o cantar do santo nome; gradualmente se torna escravizado pela luxúria, cobiça bens e mulheres. Se pela misericórdia do Senhor Krishna o discípulo conseguir ver isso, então irá rejeitar seu guru. Mais tarde poderá novamente procurar um devoto fidedigno e puro e sob sua guia espiritual cultivar o nome puro.
 
Srila Bhaktivinoda Thakura  no SRI HARINAMA CINTAMANI ("A Linda Joia Filosofal do Santo Nome")

Gopastami - Gosthastami


   Após haver previamente pastoreado os bezerros, neste dia Krishna saiu para pastorear as vacas pela primeira vez. Assim Ele se tornou um gopa, um vaqueiro. Neste dia as goshalas (currais das vacas) são limpas, as vacas são adoradas e prasada (comida santificada) é oferecida a elas pelos devotos.

Como entender as formas de Bhakti?


   Srila Bhaktivinoda Thakur compôs um tratado intitulado Sri Tattva Sutra, uma sistemática e concisa apresentação da completa ciência de Bhakti Yoga. Devemos entender do Sri Tattva Sutra que Bhakti é uma só: bhaktih purnanuraktih pare - "A função espiritual de Bhakti é caracterizada como um profundo apego ao Senhor Supremo." (STS 31).   Portanto Bhakti na sua forma perfeita é raga (atração a Krsna), e isto é espontaneamente manifesto nos residentes de Goloka Vrndavana, os quais são chamados Ragatmika Bhaktas ou Svarupasiddhi Bhaktas.

Srila Bhaktivinoda descreve Sadhana Bhakti como tendo um aspecto interno e outro externo. Raganuga é o aspecto doce e suave interno da fruta de Sadhana Bhakti. Vaidhi é o aspecto que protege a parte externa da fruta de Sadhana Bhakti."

  Numa outra passagem Srila Bhaktivinoda Thakur explica que na verdade não existe diferença entre Vaidhi e Raganuga, quando a intenção inicial é desenvolver amor puro e incondicional à Krsna.
 
 

 No Bhakti Sandharbha Anucchedya 311, Srila Jiva Goswami explica:
"Devotos que apresentam interesse em praticar Raganuga Bhakti, mas que ainda são Ajata Ruci Raganugas (sem muito gosto por ouvir e cantar), devem combinar os princípios de Vaidhi Bhakti com a prática de Raghanuga Bhakti."

Enquanto Vaidhi é dependente das injunções escriturais, Raganuga é dependente de um desejo espiritual (Lobha) que surge da misericórdia de Deus e de Seus devotos amorosos.

Qual forma é superior: Krishna ou Caitanya Mahaprabhu?

  Essa discussão estava ocorrendo entre os discípulos de Srila Prabhupada para saber qual era superior. Então Srila Prabhupada apontou para uma imagem de Krsna, curvando-se  aos pés de lótus de Radha. Ele disse, "Radha é superior. Não Krsna, não Caitanya Mahaprabhu, Radha é superior porque Krsna tem que vir como Caitanya Mahaprabhu para entender a posição de Radha.”

Qual a diferença do mahamantra para o gayatri mantram ?


   As escrituras descrevem que o que recebemos quando tomamos segunda iniciação é o gayatri mantram. Esse é o mantram — o gayatri mantram.
       Na primeira iniciação, obtemos do Guru o mahamantra. Precisamos diferenciar conscientemente entre o mantra e o mantram. No Chaitanya Charitamrita, Krishnadas Kaviraja Goswami mostra claramente a diferença: por meio do Krishna mantra a pessoa obterá liberação da existência material, mas somente por meio do Krishna-nam a pessoa ingressará na terra da dedicação e alcançará o serviço aos pés de lótus de Krishna .

Explicação de Srila Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswami Maharaj.

O serviço devocional é sempre físico?


.
Srila Govinda Maharaj responde: Serviço não é somente ou sempre físico. Não é algo que sempre pode ser observado fisicamente. Serviço nem sempre é executado física ou mesmo mentalmente. Mas aquele que está totalmente dedicado verá o serviço surgir de seu coração.

Por que existe a forma da deidade (arca-vigraha) no templo?


    A arca-vigraha, ou encarnação arca é expandida pelo Senhor através de sua potência interna, simplesmente para facilitar o serviço devocional de Seus inúmeros devotos que estão no mundo material. Os sentidos materiais não podem perceber a natureza espiritual do Senhor, e por isso o Senhor aceita a arca-vigraha, que é aparentemente feita de elementos materiais como terra, metal ou madeira, mas na verdade não há contaminação material.
Explicação de Srila Prabhupada.

Quem é Subhadra?

   É a filha de Vasudeva e irmã do Senhor Krsna. Krsna aconselhou Arjuna a raptá-la para desposá-la, pois Baladeva queria que ela se casasse com outro. Assim ela torna-se sua esposa e Abhimanyu nasceu dela. Com a morte deste, Subhadra ficou muito mortificada, porém, com o nascimento de Parikshit ela ficou feliz e consolada.

O que é o mahat-tattva?

  É a soma total do mundo material. Dele se desenvolve sua falsa identificação com o mundo material, inteligência, mente e sentidos. Isso cobre sua identidade espiritual pura.
Explicação de Srila Prabhupada.

Ao entrar no Templo de Jagannath sem a visão apropriada, o que podemos ver?


    Quando Mahaprabhu Chaitanyadev, com Seu humor devocional, ficou diante de Jagannath, Ele via Jagannath como o Próprio Krishna tocando Sua flauta, mas nós não podemos enxergar isso. Nós não obtivemos esse tipo de visão transcendental que nos permite esse tipo de darshan de Jagannath.
    Assim, se os devotos não podem entrar no Templo (os ocidentais), então isso na verdade não é um assunto doloroso. É um assunto feliz. É, pelo contrário, a misericórdia que está vindo do Senhor Jagannath para os devotos a fim de impedir que pratiquem vê-lO com sua visão mundana.



Srila Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswami Maharaj

Os 108 nomes de Krishna.


Nomes
Significado
Achala
Sempre Senhor
Achyuta
Senhor infalível
Adbhutah
Deus mararilhoso
Adidev
Senhor dos Senhores
Aditya
Filho de Aditi
Ajanma
Aquele que é ilimitado e infinito
Ajaya
O vencedor da vida e da morte
Akshara
Senhor indestrutível
Amrut
Aquele que é doce como o mel
Anaadih
Aquele que é a primeira causa
Anandsagar
Senhor misericordioso
Ananta
Senhor infinito
Anantajit
Senhor sempre vitorioso
Anaya
Aquele que não tem um líder
Aniruddha
Aquele que não pode ser obstruído
Aparajeet
Senhor que não pode ser derrotado
Avyukta
Aquele que é claro como cristal
Balgopal
O “Todo Atrativo”, o menino Krishna
Bali
Senhor da força
Chaturbhuj
Senhor dos quatro braços
Danavendra
Concededor de bênçãos
Dayalu
Depósito de toda compaixão
Dayanidhi
Senhor misericordioso
Devadidev
Deus dos Deuses
Devakinandan
Filho de Devaki
Devesh
Senhor dos Senhores
Dharmadhyaksha
Senhor do dharma
Dwarkapati
Senhor de Dwarka
Gopal
Aquele que brinca com os vaqueirinhos e as vacas
Gopalpriya
Amigo querido dos vaqueirinhos
Govinda
Aquele que agrada as vacas, a Terra e natureza inteira.
Gyaneshwar
Senhor do Conhecimento
Hari
Senhor da Natureza
Hiranyagarbha
O criador todo poderoso
Hrishikesh
Senhor de todos os sentidos
Jagadguru
Preceptor do Universo
Jagadisha
O protetor de todos
Jagannath
Senhor do Universo
Janardhana
Aquele que concede bençãos para todos
Jayantah
Vencedor dos inimigos
Jyotiraaditya
O resplendor do Sol
Kamalnath
Senhor da Deusa da Fortuna, Lakshmi
Kamalnayan
Senhor que tem os olhos como lótus
Kamsantak
Matador do demônio Kansa
Kanjalochana
Senhor dos olhos de lótus
Keshava
Aquele que tem os cabelos longos, pretos e encaracolados
Krishna
Senhor da compleição escura
Lakshmikantam
Senhor da Deusa Lakshmi
Lokadhyaksha
Senhor de todos os três mundos
Madan
Senhor do amor
Madhava
Senhor do pleno conhecimento
Madhusudan
Matador do demônio Madhuasura
Mahendra
Senhor de Indra
Manmohan
Senhor todo aprazível
Manohar
Senhor da beleza
Mayur
Senhor que tem uma pluma de pavão na Sua coroa
Mohan
Senhor todo atrativo
Murali
Senhor de toda doçura, Senhor da flauta
Murlidhar
Aquele que segura uma flauta
Murlimanohar
Deus que toca flauta
Nandgopala
Filho de Nanda
Narayana
O refúgio de todos
Niranjana
Senhor imaculado
Nirguna
Aquele que não tem qualidades
Padmahasta
Aquele que tem mãos como um lótus
Padmanabha
Senhor que tem o umbigo em forma de lótus
Parabrahmana
A Suprema e absoluta Verdade
Paramatma
Senhor de todos os seres
Parampurush
Suprema Personalidade
Parthasarthi
Quadrigueiro do Partha, Arjuna
Prajapati
Senhor de todas as criaturas
Punyah
Supremamente puro
Purshottam
A alma Suprema
Ravilochana
Aquele cujos olhos são o Sol
Sahasraakash
Senhor dos mil olhos
Sahasrajit
Aquele que conquista milhares
Sahasrapaat
Senhor dos mil pés
Sakshi
Senhor todo testemunha
Sanatana
Senhor eterno
Sarvajana
Senhor onisciente
Sarvapalaka
Protetor de todos
Sarveshwar
Senhor de todos os deuses
Satyavachana
Aquele que só fala a verdade
Satyavrata
Senhor verdadeiramente dedicado
Shantah
Senhor pacífico
Shreshta
Senhor mais glorioso
Shrikanta
Belo Senhor
Shyam
Senhor de compleição escura
Shyamsundara
Senhor do maravilhoso anoitecer
Sudarshana
Senhor do chakra formoso
Sumedha
Senhor da inteligência
Suresham
Senhor de todos os semi-deuses
Swargapati
Senhor dos céus
Trivikrama
Vencedor de todos os três mundos
Upendra
Irmão de Indra
Vaikunthanatha
Senhor de Vaikuntha, a morada celestial
Vardhamaanah
Senhor sem forma
Vasudev
Senhor filho de Vasudeva, Senhor todo penetrante
Vishnu
Controlador Supremo
Vishwadakshinah
Senhor habilidoso e eficiente
Vishwakarma
Criador do Universo
Vishwamurti
Da forma de todo o Universo
Vishwarupa
Quem mostrou a forma Universal
Vishwatma
Alma do Universo
Vrishaparvaa
Senhor do Dharma
Yadavendra
Rei do clã dos Yadavas
Yogi
O Mestre Supremo
Yoginampati
Senhor dos Yogis