O Buda Moderno e o Vishnu Avatar Buda são diferentes?

  Os Vedas codificam instruções  de acordo com a elegibilidade ou qualificação de vários seres vivos , especialmente os seres humanos.  No decorrer do tempo , os homens ignorantes tomaram a  ordem tamasika (o modo da ignorância) como sendo a única instrução dos Vedas e se dedicaram  a uma extensa matança de animais, às vezes até mesmo sacrificando seres humanos durante o culto aos semideuses. Naquela época, o Supremo Senhor desceu na forma de Buda e exteriormente rejeitou os ensinamentos dos Vedas para o bem-estar dos seres humanos incapazes de compreender os verdadeiros ensinamentos dos Vedas. Isto implica que Ele disputou e cancelou Seus próprios ensinamentos anteriores, propôs a futilidade da crença em Deus e pregou para os seres humanos quatro nobres verdades, para libertá-los de suas práticas violentas. Este ato de Buda propiciou  bênção instantânea para a humanidade nesse período.
  Como Buda foi o próprio Senhor Supremo, muitas pessoas resolveram seguir ahimsa -dharma (o caminho da não-violência) devido à sua influência. Como resultado da não-violência , os corações dos seres humanos tornaram-se piedosos e suas qualificações aumentaram gradualmente. Assim que o Senhor Shiva apareceu como Shankaracharya, ele restabeleceu a autenticidade suprema e o decoro dos Vedas,  fundando a filosofia de " brahmakarana - vada " ( Brahman como causa final ). Em épocas posteriores, os fiéis Vaishnavas construiram a filosofia de bhakti sobre esta mesma pedra.
   Sri Caitanya Mahaprabhu, que é o próprio Senhor, removeu as filosofias anteriores propagadas por meio de Sua filosofia "acintya - bhedabheda -tattva" (o princípio da simultânea inconcebível distinção e não- distinção).
   Diz-se que Sakyasimha Buda (filho de Suddhodana e Maya) e Buddha- avatara , objeto de adoração dos Vaishnavas, não são a mesma pessoa. Nosso mais reverenciado Nityalilapravishta Om Vishnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Prabhupada disse claramente: "Sakyasimha Buda era apenas uma pessoa com muito aprendizado, por isso não podemos chamar-lhe de o original Buda ou o Senhor  Buda ".

  O Acharya Sri Sankara se enganou ao se referir ao filho de Maya, Buda, como " Sugata Buda" no seguinte comentário :
"Onisciente, transcendental, buddha, rei de justiça, aquele que veio, beneficente, abrangente, senhor, conquistador do deus do amor, vitorioso dos três mundos, aquele que controla seus sentidos, protetor dos seis inimigos, possuidor dos dez poderes, porta voz do monismo (o absoluto Um), professor, senhor dos sábios, personificação de esplendor e eminente santo ."
 
  Em seu comentário sobre o versículo acima , Srila Ragunatha Cakravarti escreveu: "Todos os dezoito nomes de Buda de 'Sarvajna' ( onisciente ) para  ‘Sakyamuni’ , referem-se a Vishnu - avatara Buda. Portanto,  ‘Sugata ' refere-se claramente apenas para Vishnu - avatara Buda."
  "Mestre dos Sakyas , leão dos Sakyas , realizador de todas as metas , filho de Suddhodana , de linha de Gautama , amigo dos eruditos , filho de Mayadevi."
   Aqui, Srila Ragunatha Cakravarti escreveu : "Os sete apelidos de ' sakyasimha buddha ' até ' mayadevisuta ' (o filho de Mayadevi ) referem-se aos monges pertencentes à dinastia Sakya."

  Assim, Sugata Buda e Sunyavadi ( Sakyasimha ) Buda não são a mesma pessoa . Outra evidência é encontrada no  Mr. HT Colebrooke’s  Amarakosha , publicado em Ramapura em 1807. Ali está escrito no capítulo 21 , página 178 de Lalitavistara - grantha que Gautama Buda realizou penitências no mesmo lugar como o Buda anterior ( Vishnu - avatara Buda ). Talvez seja por esta razão que em idades posteriores, ele e Buda são consideradas como sendo o mesmo.

   Atualmente este lugar é conhecido como Buda Gaya ,mas o Srimad -Bhagavatam se refere a ele como Kikata Pradesa .

 
  “Depois disso, no vigésimo primeiro manvantara no início do Kali Yuga, o Senhor aparecerá como Buda, o filho de Anjana , em Kikata Pradesa ( província de Gaya -Bihar ), apenas com o propósito de iludir aqueles que são invejosos dos fiéis semideuses. " ( Srimad-Bhagavatam 1.3.24 )
    Srila Sridhara Svamipada escreveu em seu comentário :
 " Buddha- avatara refere-se a Buda que é o filho de Anjana , e também em uma outra leitura , o filho de Ajina  , o nome é escrito como Ajina ou Anjana e Kikata refere-se a Gaya Pradesa. "
   Está escrito no verso 29 , 36 Capítulo do Sri Nrsimha Purana :
 "O Senhor Narayana apareceu como Buda, quando a idade de Kali começou ."

   Isto implica claramente que o Senhor Buddha apareceu há cinco mil anos. O versículo seguinte pode ser encontrado no segundo parágrafo do Nirnaya - Sindhu :
 "Buda vai nascer no 2 º dia do sukla - Paksha  do mês de Jyaishtha . "

  Outra parte deste livro descreve o modo de adorar Buda :
"Adore o Senhor Buda no 7 º dia do sukla - Paksha do mês de Pausha  (o 9 º mês (inverno)  do calendário Hindu), que é Lunar ."
  Esta é a receita para o culto ao Senhor  Buda, o avatara do Senhor Supremo . O dia de lua cheia do mês de Vaisakha (1º mês do calendario hindu), conhecido como " Buda Purnima", deve ser comemorado para ambos os Budas , sujeitos a consideração de ambos os Budas juntos.
  No comentário de Sri Madhvacarya no verso 1.3.24 do Srimad- Bhagavatam , a partir de seu livro Bhagavata- tatparya , a seguinte citação do Brahmanda Purana foi proferido :
  "A fim de iludir os demônios, ele ( Buda) estava presente na forma de um filho a caminho, enquanto o tolo, jina ( um demônio ) , imaginou que ele fosse seu filho. Mais tarde, o Senhor Sri Hari (como avatara -buddha ) habilmente iludiu jina e outros demônios  com suas fortes palavras de não-violência ."
   Há um  autêntico livro budista, Lankavatara –sutra (publicado com a ajuda  da Sociedade indiana de Textos Budistas e de Governo da Bengala , em janeiro de 1900 DC ), em que Ravana, o rei de Lanka, ora para o filho de Jina , o antigo Buda, e todos os Budas e filhos Budas que apareceriam no futuro. Portanto , esta fonte não deixa dúvidas de que o antigo avatara Buda e o moderno Gautama Buda não são a mesma pessoa.
 



Explicação de Srila Bhakti  Ballabh Tirtha Maharaja