Quem é Jesus para os vaisnavas?


   Na Europa e em outros países, dificilmente alguém sabe o que Jesus Cristo fez em sua juventude, por volta dos seus quinze anos de idade. A história indiana nos mostra que neste período ele esteve na Índia, e visitou Vrindavana, Ayodya, Jagannatha Puri, e outros lugares de peregrinação. Em Vrindavana ele ouviu o nome da Suprema Pessoa Divina, Krisna, e quando ele foi para Jagannatha Puri, ouviu as pessoas locais pronunciando Krsna como Krusna ou Krusta. Mais tarde, Krusta tornou-se Christos (ou Khristos), e, em seguida, Christus, de modo que a mudança do nome na verdade, trata-se apenas de uma diferença no idioma.

  Quando Jesus retornou da Índia para a Galileia, ele pregou a mesma devoção que tinha aprendido na Índia. Por sua misericórdia, seus seguidores pregaram a missão de Deus em todos os lugares, sendo esta, portanto, gradualmente distribuída nos países ocidentais.

  Não existem muitos deuses – Há somente um. Na Bíblia está escrito: “Deus criou o homem à Sua própria imagem e semelhança”. Se o Senhor Supremo, Deus, não tem forma, então como ele poderia criar tantos mundos e formas? Deus tem forma. Ele tem todas as qualidades.

  “Cristo” significa “Krsna”, o Senhor Supremo. Na Bíblia vemos que Deus tem uma forma transcendental.  Jesus o chamou de pai, portanto existe uma relação. Nós somos cristãos aperfeiçoados, pois seguimos totalmente este entendimento. Muitos dos que se dizem cristãos não seguem de fato o cristianismo, porque eles dizem que Deus não tem forma, mas na realidade, a Bíblia nos diz que Deus tem uma forma e que essa forma é transcendental.

Hoje, no dia do aniversário de Jesus, estamos honrando ele. Ele foi uma manifestação de Deus chamada saktyavesa-avatara. Deus o concedeu autoridade, e é por isso que ele foi capaz de pregar em todos os lugares. Krsna é muito misericordioso – muito, muito misericordioso.

Palavras de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja