Qual a importância de namabhasa (sombra do Nome)?


   Ela é a fase intermediária do processo de cantar. No Sri Harinama Cintamani, Srila Bhaktivinoda fala sobre namabhasa: "...a etapa de namabhasa não deve ser subestimada, pois ajuda a obter muitos benefícios positivos para a Jiva e aumenta sua piedade..."

  A primeira categoria de namabhasa é chamada de sanketya, quer dizer não se dirigir diretamente ao Senhor enquanto se canta o nome dEle. Um exemplo disso é Ajamila, que cantou o nome de Narayana com  a intenção de chamar o filho. A segunda chama-se parihasya, cantar em tom jocoso. Toda vez que os hindus cantavam Hari Hari, os muçulmanos repetiam Hari, Hari, Hari para fazer troça. A terceira é stobha, tem a ver com uma apresentação musical ou dramática. Não é movido por bhakti que o ator representa o seu papel, mas mesmo assim, ele obtém o resultado de namabhassa. A última categoria é helena, ou seja, cantar com desdém.
  A etapa namabhasa traz muitos resultados.

  Srila Bkativinoda explana os resultados de namabhasa: quem alcança  essa fase adquire sukrti - muitos auspícios positivos -, em consequência do que se extinguem todas as suas reações pecaminosas.



Explicação de Srila Acarya Thakura Gour Govinda Swami

Qual o melhor método para cantar os santos nomes?


    Uma das ofensas de cantar os santos nomes é estar desatento (9ª ofensa). A mente é flutuante, oscilante – é natural que ela seja assim. O ideal é no período das quatro às seis da manhã. Nesse horário a mente não flutua tanto, sendo fácil concentrá-la. Nesse momento a maioria das pessoas ainda não acordou, e por isso nenhuma outra vibração atingiu a atmosfera, o que produz uma sensação de muita calma. O restante das voltas você poderá terminar de cantá-las quando todos tiverem ido dormir, quando a atmosfera volta a ficar calma.

   Entre dez da manhã e duas da tarde, é bem difícil cantar.

   Se a princípio, enquanto canta Hare Krsna, o discípulo não consegue concentrar-se na forma de Krsna, é melhor que cante diante das deidades. Olhe na direção das deidades e cante para poder concentrar-se a contento. Ou, então, cante perante uma foto de Radha e Krsna, ou cante na companhia dos vaisnavas –sadhus.

   O exemplo perfeito do cantar de japa-mala é o de se cantar o santo nome sentindo muita falta de Krsna.  A dor da saudade tornará o canto inofensivo -  o nome puro emergirá. Isso, sim, é japa-mala. Aí esta o assunto mais secreto de Goloka - ele estivera guardado esse tempo todo!

Instruções de Srila Acarya Thakura Gour Govinda Swami

QUAIS OS MANTRAS PARA CADA ERA (YUGA)?


Há um taraka-brahma-nama ( os santos nomes)  para cada era.

Em Satya-yuga é:

narayana para veda narayana paraksara

narayana para muktir narayana-para gatih

Em Treta-yuga é:

rama narayanananta mukunda madhusudana

krsna kesava kamsare hare vaikuntha vamana

Em Dvapara-yuga é:

hare murare madhu-kaitabhare gopala govinda mukunda saure

yajñesa narayana krsna visnos nirasrayam mam jagadisa raksa

Em Kali-yuga é:

hare krsna hare krsna krsna krsna hare hare

hare rama hare rama rama rama hare hare

   Este é madhurya, o melhor de todos. Em todos os nomes das demais yugas, há traços de aisvarya (opulência), porém o de Kali-yuga é todo madhurya –nama, contendo em si todas as doçuras.

  O exemplo perfeito do cantar de japa-mala é o de se cantar o santo nome sentindo muita falta de Krsna.  A dor da saudade tornará o canto inofensivo -  o nome puro emergirá. Isso, sim, é japa-mala. Aí esta o assunto mais secreto de Goloka - ele estivera guardado esse tempo todo!

Fonte: Suddha-nama  Bhajana de Srila Acarya Thakura Gour Govinda Swami

 
 
 
“Nesta era de Kali, o santo nome do Senhor, o maha-mantra Hare Krsna, é o avatara do Senhor Krsna. Pelo simples fato de cantar o santo nome, o devoto convive diretamente com o Senhor. Quem faz isso com certeza se liberta” (Caitanya-Caritamrta, Adi-lila, 17.22).

Como apareceu Giriraja Govardhana ?


   Hanuman e os outros macacos receberam a instrução do Senhor Ramacandra para fazer uma ponte em Sri Lanka. Rama enviou todos os macacos para coletarem pedras enormes por toda a Índia. Hanuman pulou dali para o Himalaia, onde ele viu uma pequena montanha, e àquela era Giriraja. Ele pegou Giriraja e colocou em suas costas, lançou-se ao céu, e o carregou para o oceano. Como ele estava passando sobre Vrndavana, o Senhor Rama lhe disse, "A ponte já está completa, assim não há necessidade de trazer esta montanha; deixe-a onde você está." Giriraja Maharaja sabia que em Dvarapa-yuga, Krsna iria vir com Srimati Radhika, as gopis, e com todas as Suas potências, e ele teve muito sorte por ter sido deixado em Vrndavana.

   Sri Sri Radha-Krsna e as gopis realizam doces passatempos confidenciais em muitas cavernas de Govardhana. Embora, vocês não possam vê-las, há muitas belas cavernas e kunjas (bosques) em todo lugar em Giriraja Govardhana, e Giriraja testemunha todos estes doces passatempos de Sri Sri Radha-Krsna e das gopis ali. Mesmo Shankara, em sua forma masculina, não pode entrar nos bosques e testemunhar tal passatempo confidencial. Então, se Giriraja Govardhana tivesse a forma masculina, também não seria capaz de testemunhá-los. Os kunjas de Giriraja Govardhana são os lugares onde todos os mais secretos lilas procedem, assim Giriraja surge do coração de Radhika, para servi-La. Sua verdadeira identidade deve ser Haridasi-varyari (a melhor das servas de Hari).

  Giriraja, na verdade, vem do coração de Srimati Radhika. Não significa que Krsna se tornou Giriraja Govardhana. Krsna é a Deidade predominante de Giriraja, mas está descrito no Tapani Upanishad e no Bhavisya Purana que Giriraja Govardhana se manifestou do coração de Srimati Radhika.

 
 Palavras de Sri Srimad Narayana Gosvami Maharaja
 

   Govardhana atual diminuída possui em torno de 7 milhas de comprimento. Pelo tempo que Govardhana existir, a era negra atual de Kali-yuga não será capaz de mostrar seu poder proeminente. Mas depois de milhares de anos, quando Govardhana e o Yamuna tiverem desaparecido, Kali Maharaj irá estar muito forte e todos os seres humanos serão
oprimidos e torturados ao extremo. A condição dos seres humanos será precária.

Palavras de Srila Bhaktiballabh Tirtha Maharaj.