Srila Bhaktivedanta Vamana Gosvami Maharaja e Srila Bhaktivedanta Trivikrama Maharaja.


Relato de Srila Narayana Maharaj no dia do desaparecimento de Srila Bhaktivedanta Vamana Gosvami Maharaja e Srila Bhaktivedanta Trivikrama Maharaja.


When I first came to the Matha (temple), both Pujyapada Vamana Maharaja and Pujyapada Trivikrama Maharaja were my siksa-gurus.  Quando cheguei ao Matha (templo), tanto Pujyapada Vamana Maharaja quanto Pujyapada Trivikrama Maharaja eram meus siksa-gurus. Especially, Srila Vamana Maharaja arranged everything for me – where to stay, how to eat and so on – and I was always sent with Pujyapada Trivikrama Maharaja for preaching and collection. Especialmente, Srila Vamana Maharaja arranjou tudo para mim - onde ficar, como comer e assim por diante - e sempre fui enviado com Pujyapada Trivikrama Maharaja para pregar, eHe taught me how to do kirtana.le me ensinou como fazer  kirtana.

 I spent much time with Pujyapada Trivikrama Maharaja. After my Gurudeva's disappearance, the Gaudiya Vedanta Samiti continued in a nice way for 36 years. Após o desaparecimento do meu Gurudeva, o Gaudiya Vedanta Samiti continuou de uma forma agradável por 36 anos. The three of us – Srila Trivikrama Maharaja, Srila Vamana Maharaja and I – were together, and there was no self-interest. Nós três - Srila Trivikrama Maharaja, Srila Vamana Maharaja e eu - estavamos juntos e não havia interesse próprio. Why was the Gaudiya Vedanta Samiti successful? Por que a Gaudiya Vedanta Samiti era bem sucedida? Srila Trivikrama Maharaja era niskama - ele não tinha interesse por dinheiro, discípulos, nome e fama. Pujyapada Srila Vamana Maharaja was very humble, always showing great respect to others, and he was very grave. Pujyapada Srila Vamana Maharaja era muito humilde, sempre mostrando grande respeito aos outros e era muito grave. Even though Srila Vamana Maharaja was the acarya and everything was within his power, if a disciple would come and ask him any questions about management or points of complaint, Srila Vamana Maharaja would say, "I don't know anything. You should go to Srila Narayana Maharaja." Embora Srila Vamana Maharaja fosse o acarya e tudo estava dentro de seu poder, se um discípulo viesse e lhe fizesse perguntas sobre administração ou pontos de queixa, Srila Vamana Maharaja diria: "Eu não sei de nada. Você deveria ir falar com Srila Narayana Maharaja".



All the disciples worked cooperatively and kept their heads down when Srila Vamana Maharaja and Srila Trivikrama Maharaja were p    Todos os discípulos trabalharam cooperativamente e mantiveram a cabeça baixa quando Srila Vamana Maharaja e Srila Trivikrama Maharaja estavam presentes.  Em 15 de novembro, no mesmo dia em que Srila Trivikrama Maharaja deixou o mundo dois anos antes, Srila Bhaktivedanta Vamana Gosvami Maharaja partiu à meia-noite, durante a nisa-lila de Sri Krsna (passatempo da meia-noite). As soon as they disappeared, however, some small boys raised their heads and began causing disturbance. Assim que desapareceram, no entanto, alguns meninos levantaram a cabeça e começaram a causar perturbações.
On the disappearance day of these two maha-purusas, I offer millions of obeisances and puspanjali at their feet.   No dia do desaparecimento desses dois maha-purusas, eu ofereço milhões de reverências e puspanjali aos seus pés. I pray that they may bestow mercy upon me, and upon all of us. Rezo para que possam conceder misericórdia sobre mim e sobre todos nós.




Srila Narayana Maharaj sobre Srila Vamana Maharaja:


    Recebeu esse nome no momento de tomar sannyasa de Srila Bhaktiprajnana Kesava Gosvami Maharaja. "Vama" significa "contrário" e "na" significa "não". Srila Bhaktiprajnana Kesava Gosvami Maharaja estava honrando seu novo discípulo sannyasa por ser o discípulo perfeito; não tendo absolutamente nenhum humor contrário ao seu Gurudeva, mas sim, sendo completamente submisso. Seu tio paterno era um dos primeiros discípulos de Srila Bhaktisiddhanta Prabhupada, Sripad Nrsimha Maharaja. Sua mãe também era discípula de Srila Prabhupada, e ela era muito rigorosa; ela mesmo disciplinaria seu marido. Se seu marido estivesse comendo alimentos proibidos, ela não permitiria que ele entrasse na casa e ela disciplinou as crianças da mesma maneira. Srila Vamana Maharaja era o mais velho de seus quatro filhos, e ela estava muito preocupada com o fato de ele  ser influenciado por seu pai. Então, quando ele tinha apenas nove anos de idade, ela o levou ao matha de Srila Prabhupada em Mayapura, onde Nrsimha Maharaja já residia. Quando chegaram lá, Srila Nrsimha Maharaja os conduziu a nosso Gurudeva, Srila Bhakti Prajnana Kesava Maharaja, que era o comandante do templo naquele momento. Residindo no matha desde aquele dia, Srila Vamana Maharaja recebeu a iniciação de Harinama diretamente de Prabhupada e permaneceu  naistika-brahmacari ao longo da vida.

 

Depois de algum tempo, Srila Prabhupada partiu deste mundo e, em seguida, o nosso Guru Maharaja estabeleceu o Gaudiya Vedanta Samiti em 1943. Eu ingressei na missão em 1946, e naquele momento eu vi como Srila Vamana Maharaja estava fazendo tudo: escrever cartas, gerenciar o templo , cozinhar e viajar para a pregação. Juntamente com Srila Trivikrama Maharaja, nós três recebemos sannyasa de Guru Maharaja em Gaura-purnima, em 1954. Uma vez, quando fomos para Assam para pregar, Gurudeva declarou corajosamente que as bocas das pessoas que comiam carne e peixe eram como os drenos dos esgotos. Uma das seitas lá, que estava praticamente preparada para nos apedrejar, desafiou-nos dizendo: "Você diz que Sri Caitanya Mahaprabhu é o próprio Bhagavan, mas que evidência existe sobre isso?" Guru Maharaja virou-se para Srila Vamana Maharaja e disse: "Fale". Então Srila Vamana Maharaja recitou cinquenta slokas um após o outro de diferentes escrituras como evidência, e essas pessoas foram silenciadas.

 Ele era um grande estudioso e uma pessoa muito doce também. Ele refutava os equívocos dos outros, mas fazia isso de tal maneira que os sentimentos dos mesmos não eram prejudicados.





Srila Narayana Maharaj sobre Srila Trivikrama Maharaja:


   Quando ingressei na Matha, Parama-pujyapada Srila Trivikrama Maharaja expressava-me ainda mais afeto familiar do que Srila Vamana Maharaja. Nosso Guru Maharaja me colocou em suas mãos, e nos tornamos muito próximos. Foi Srila Trivikrama Maharaja que me ensinou a praticar kirtana, como pregar, e coletar doações. Às vezes, de uma forma muito carinhosa, ele também me repreendia. Durante todos os anos em que passei com Guru Maharaja nunca fui repreendido por ele, mas com muito amor e carinho, Srila Trivikrama Maharaja costumava fazê-lo. Tínhamos uma ligação tão estreita que às vezes, nossas discussões eram bem acaloradas. Eu gostava de contrariar os seus argumentos e ele de contrariar os meus, e nosso Guru Maharaja  gentilmente me apoiava, ficando do meu lado.


   Quando comecei a pregar no Ocidente, a escrever e traduzir livros lá, eu escrevia para Parama-pujyapada Srila Vamana Maharaja, Srila Trivikrama Maharaja, Srila Pariyataka Maharaja, e outros para me aconselhar – porque eles são pregadores muito qualificados. Srila Trivikrama Maharaja respondia as minhas cartas rapidamente. Ele me incentivava e me inspirava a escrever mais livros e pregar por todo o mundo. Eu não sou capaz de esquecê-lo.



 
Uma vez, enquanto ele estava envolvido em falar em um programa numa casa em sua aldeia, um grande grupo de parentes e outros estranhos entraram na casa do anfitrião de Srila Trivikrama Maharaja e exigiram que ele entregasse o palestrante.Eles queriam que ele voltasse para sua antiga associação familiar materialista, e  ameaçaram levá-lo pela força. O anfitrião imediatamente pegou uma vara em uma mão e uma faca de corte de coco na outra. Enquanto ele os rodeava, ele disse com voz e coragem: "Eu quero ver o chefe de alguém que tentará levar Srila Trivikrama Maharaja. Eu quero ver quem tem uma cabeça em seu corpo”. O anfitrião estava sozinho, e os parentes eram muitos e podiam atacá-lo.  Em vez disso, todos ficaram com medo e fugiram imediatamente. Isso mostrou que Krsna estava protegendo Srila Trivikrama Maharaja. Ele protege Seu querido devoto que se entregou a Ele.



Os três pilares da Gaudiya Vedanta Samiti