Objetivo dos Vedas


    Sri Caitanya Mahaprabhu explicou a Sanatana Gosvami que há três objetivos nos Vedas. Um é entendermos nossa relação com Krishna (sambandha); outro é agirmos de acordo com essa relação (abhidheya); e o terceiro é alcançarmos a meta última (prayojana), que é desenvolvermos amor pela Suprema Personalidade de Deus.











Comentário de A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada

A diferença entre a duas mayas.

A maya que afasta alguém da Suprema Personalidade de Deus chama-se mahamaya (ou jadamaya) e a que age na plataforma transcendental chama-se yogamaya.
Bhag. 10.1.69.

Como a alma transmigra de um corpo para o outro?

     A mente transportará a alma a outro corpo material. A alma será depositada no sêmen de um pai, o sêmen e o óvulo criam uma determinada espécie de corpo, e quando o corpo amadurece, a alma manifesta-se naquele corpo e uma nova vida começa. Bhag. 10.1.41.

Existe diferença de Vrajabhumi para Gauda -mandala-bhumi?


Navadvipa



                                                                         
   Vrajabhumi refere-se a Mathura-Vrndavana, e Gauda-mandala-bhumi inclui Navadvipa. Esses dois lugares não são diferentes. Portanto todo aquele que vive em Navadvipa e sabe que Krishna e Sri Caitanya Mahaprabhu são a mesma personalidade, reside em Vrajabumi (Vrndavana fica no distrito de Mathura). O Senhor viu a conveniência de a alma condicionada viver em Mathura, Vrndavana e Navadvipa e então unir-se à Suprema Personalidade de Deus.








Vrndavana






Palavras de Srila Prabhupada

 

Os dois "Sukadevas Gosvamis".


  Vyasadeva, o pai de Sukadeva, casara-se com a filha de Jabali, e após realizarem penitências juntos por muitos anos, ele colocou sua semente no ventre dela. O filho permaneceu no ventre de sua mãe por doze anos, e quando o pai lhe pediu que saísse , o filho respondeu que não sairia enquanto não estivesse inteiramente livre da influência de maya (ilusão). Vyasadeva garantiu-lhe que ele não seria influenciado por maya, mas a criança não acreditou em seu pai, pois o pai ainda estava apegado a esposa e filhos. Vyasadeva foi então a Dvaraka e informou a Krishna sobre esse problema, e então a pedido de Vyasadeva dirigiu-Se à cabana dele, onde assegurou à criança, que ainda estava no ventre, que ela não seria influenciada por maya. Após lhe ser dada essa garantia, a criança saiu e imediatamente partiu.
   Quando o pai muito aflito, começou a seguir esse menino santo, Sukadeva Gosvami, o menino criou uma sua duplicata, que mais tarde ingressou na vida familiar,tendo uma filha, Krtvi. Portanto ela é a filha da duplicata ou imitação criada por Sukadeva. O Sukadeva original foi brahmacari (celibatário) vitalício.

Brahma-vaivarta Purana e Bhag. 9.21.25.