Como devemos ver os diferentes animais, insetos e árvores do Dhama sagrado?


    Srila Sridhar Maharaj: Eles são completamente chinmaya (cheios de conhecimento).  Não se encontram sob cativeiro, mas estão posando em diferentes maneiras. Existem diversos tipos de serviço e eles têm sua plena satisfação em seu próprio plano de serviço.  Assim, eles absorvem os sentimentos internos mais bem aventurados e não desejam qualquer outro. Estão plenamente satisfeitos em sua posição relativa. Em outros rasas também: cada pessoa sente que "O que eu obtive é o melhor. Obtive a melhor posição e não me preocupo em mudar para qualquer outra". Santa-rasa ( neutralidade) também é assim: existem árvores e trepadeiras, areias e tantos animais e pássaros, mas ainda existe uma diferença qualitativa entre eles. Uddhava, o devoto mais elevado de Dwaraka, aspira nascer como uma trepadeira em Vrindavan. Então, existem diferenças qualitativas dentro de santa-rasa. Em Dwaraka também existe santa-rasa; mas, depois de ter obtido um pequeno vislumbre da atmosfera do tipo de serviço executado em Vrindavana, aquele que possui o tipo mais levado de sakhya-rasa em Dwaraka (Udhava) aspira pelo serviço em santa-rasa. Isso mostra que mesmo a coisa mais elevada num lugar em particular tem sua posição relativa dentro da consideração absoluta. Ainda que a posição relativa seja satisfeita ali, o absoluto sempre a ultrapassa; caso contrário, a unidade, a conexão com o todo, seria imediatamente deslocada e desorganizada.
 


 
 
 

 

 

Jesus ou Jeová, Alá ou Iavé, Vishnu ou Shiva?


   Deus tem inúmeros Avataras que descendem ao mundo conforme o tempo, o lugar, as circunstâncias, a necessidade e a capacidade das pessoas naquele momento. Além disso, a verdade é percebida conforme o temperamento e é modificada conforme a natureza individual –prakrti-vaichitryad.

   Srila Sridhar Maharaj comenta que: "Conforme a necessidade interior e o anseio pela verdade, a pessoa se conecta a um certo nível de concepção teísta e de associação".

   Se a "salvação" ou o "céu" não contiverem o potencial de serventia, de uma relação de intimidade com a Personalidade do Supremo, os Vaishnavas os consideram indesejáveis.
 Palavras de Srila Bhakti Sudhir Goswami Maharaja


 

Residir no Dhama (local sagrado) é para os devotos em geral ou somente para devotos especialmente afortunados ou mais avançados?


Srila Sridhar Maharaj: Geralmente, refere-se a devotos madhyama-adhikari, aqueles que podem discriminar.  Os kanistha-adhikaris não são capazes de diferenciar as várias posições das diversas personalidades –quem é avançado, quem é neutro ou quem é invejoso.  Mas nosso Guru Maharaj (Srila Bhaktisidhanta) costumava dizer às vezes que, "religião significa ajuste apropriado", e esse "ajuste apropriado" requer sambandha-jñana, conhecimento do que é o que.  Então, nosso serviço será apropriado e nossa necessidade e nosso destino serão estabelecidos a partir disso. Sanatana Goswami é o Acharya de sambhanda-jñana. "Quem eu sou? Onde estou? O que sou eu?"  "Por que tenho problemas? Qual é o verdadeiro objetivo de minha vida?" – todas essas perguntas são respondidas, quando existe ajuste apropriado ao Absoluto e ao relativo. Nada pode ser sacrificado.

    Devemos manter algo sempre em mente: não podemos investigar todo o conhecimento sutil e superior como um investigador subjetivo. Pelo contrário, a verdade descenderá para se dar a conhecer a nós de acordo com o grau de nosso saranagati, de nossa entrega. Precisamos lembrar sempre disso, caso contrário, será criado em nós algum espírito de imitação. O conhecimento do domínio superior não se encontra sob a jurisdição do intelecto e pensar assim é muito perigoso.  O intelectualismo é perigoso; fará com que pensemos que "capturamos o Infinito".  Será uma negligência à característica infinita, ao aspecto infinito do Senhor.  Ele é Adhoksaja, situa-Se além do alcance da investigação acadêmica.

Como deve ser o relacionamento do esposo com a esposa?

     
   Sem se apegarem ao sexo, esposo e esposa devem viver juntos para avançar na vida espiritual. Se o esposo deixa-se atrair demasiadamente  pela esposa devido ao sexo, assume posição muito perigosa. As mulheres em geral tem muita inclinação sexual. Na verdade, afirma-se que o desejo sexual da mulher é nove vezes mais forte do que o do homem. Logo, é dever do homem manter a mulher sob seu controle, satisfazendo-a, dando-lhe adornos, boa comida e roupas, e ocupando-a em atividades religiosas. Evidentemente, a mulher deve ter alguns filhos para dessa maneira deixar de perturbar o homem. Infelizmente, se o homem se deixa atrair pela mulher simplesmente para gozar de sexo, a vida familiar torna-se abominável.

 
Palavras  de Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada
 

Quais os três tipos de nascimento do ser humano?

    
 
    Um ser humano civilizado tem três espécies de nascimento. O primeiro nascimento é através de pai e mãe puros, e este nascimento  chama-se nascimento através do sêmen (Shaukra-janma). O nascimento seguinte ocorre quando alguém é iniciado pelo mestre espiritual, e este nascimento chama-se savitra. O terceiro nascimento, chamado yajnnaika, ocorre quando alguém tem a  oportunidade de adorar o Senhor Visnu. Apesar das oportunidades de obter esses nascimentos, mesmo que alguém alcance a duração de vida de um semideus, se não se dedicar deveras a servir ao Senhor, tudo será inútil. Do mesmo modo, as atividades de alguém podem ser mundanas ou espirituais, mas são inúteis se não se destinam a satisfazer ao Senhor .
 
Bhag. 4.31.10

O que pensar de um devoto que é dissimulado?




    Srila Gour Govinda Swami costumava dizer muito enfaticamente que aqueles que usam grande kanti-mala e canta, "Hare Krishna, Hare Krishna," ao mesmo tempo que é falso, hipócrita e crítico, são kali-cela, discípulos de Kali.

    Eles não são Vaisnavas, porque eles não possuem nenhum sintoma de um Vaisnava. Estas pessoas pensam que podem votar para determinar siddhanta ou para determinar quem é acarya ou guru. Isso é totalmente contra a lei Vaisnava. Conhecedores  são conhecedores. Guru é guru.
 

 

Qual o resultado de cantar os santos nomes isoladamente sem pregação?

 
   Há muitos vaisnavas em Vrndavana que não gostam de pregar; eles principalmente tentam imitar Haridasa Thakura [obs-ele cantava o mantra Hare Krsna  trezentas mil vezes por dia. De fato, ele não tinha outra ocupação]. O verdadeiro resultado de seu suposto canto em lugar solitário, contudo , é que eles dormem e pensam em mulheres e dinheiro. Se alguém compreende que é servo eterno de Krsna mas não o prega, sua compreensão é imperfeita.
 
 
  
   Palavras  de  Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada no Bhag 4.29.1b
 

 
 
 
 
Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Goswami Prabhupada, portanto, canta: dusta mana, tumi kisera..... "Minha cara mente, que espécie de vaisnava és tu? Simplesmente em troca de falso prestigio e de reputação material, estás cantando o mantra Hare Krsna num lugar solitário".
 
 

O encontro de Srila Prajnana Kesava Maharaja e Srila Gaurakisora dasa Babaji Maharaja.


  
 
    


   













    Havia um discípulo de Prabhupada (Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Goswami Prabhupada) chamado Rama-Govinda Vidyaratna que era um estudioso de Vedanta , o Bhagavatam  e todas as escrituras. Ele era um bom devoto e mais tarde tornou Naimi Maharaja. Uma vez, ele desejava ter darsana do guru de Prabhupada, Srila Gaurakisora ​​dasa Babaji Maharaja e Guruji (Srila Prajnana Kesava Maharaja) também queria ir e assim que tiveram  a permissão de Prabhupada, eles foram. Naquela época, a fim de evitar os problemas que as pessoas comuns estavam lhe dando, Babaji Maharaja tinha se trancado em uma latrina por cerca de uma semana e estava apenas cantando "Hare Krsna Hare Krsna ... " A notícia chegou ao magistrado do distrito e do superintendente da polícia, e de uma só vez eles foram correndo para lá. Vendo que a porta estava trancada por dentro, eles se aproximaram com as mãos postas e disseram: "Babaji Maharaja, vamos construir uma cabana muito agradável para seu bhajana ".
      Ele respondeu: " Não, isso é muito bom . Porquê? " "Porque o mau cheiro da luxúria
 de pessoas materialistas não vem aqui. Prefiro o cheiro de fezes para isso".

   "Tudo bem, Maharaja, iremos fornecer-lhe um garoto para manter as pessoas longe de você". Dia e noite, eles estavam tentando convencê-lo a sair , mas ele só dizia: "Para mim, isto é Vaikuntha". Tantas vezes lhe pediram para abrir a porta, mas ele respondia : "Eu não estou bem; eu sou incapaz de fazê-lo". Ele não abria a porta para as pessoas, apenas continuava cantando "Hare Krishna, Hare Krsna ... ". Então Guruji se aproximou da porta e disse: "Babaji Maharaja, nós somos os discípulos de Srila Bhaktisiddhanta Sarasvat". Ao ouvir o nome de Prabhupada, Babaji Maharaja imediatamente se levantou. Abrindo a porta, ele deixou-os entrar e novamente trancou a porta. Os dois meninos ofereceram pranama e segurando os pés de Babaji Maharaja, Guruji disse: "Por favor, dê-nos as suas bênçãos". Então Babaji Maharaja disse a ele : "Eu vou afastar todas as suas dificuldades e impedimentos para longe para que você possa sempre realizar bhajana livremente - esta é a minha bênção". Mais tarde Guruji diria em muitas ocasiões que, apesar de dificuldades  terem vindo até ele de vez em quando, pela misericórdia de Babaji Maharaja nada poderia perturbá-lo .

   Relato de Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Maharaja no dia do desaparecimento de Sri Srimad Bhakti Prajnana Kesava Goswami Maharaja.

Quais os três tipos de falhas de um Vaiṣṇava que não devem ser discutidas?


  Pessoas perversas podem invejosamente discutir três aspectos de um Vaiṣṇava. Um de seus temas de discussão são os defeitos que um Vaiṣṇava tinha antes do despertar para a devoção pura. Quando a devoção pura surge, todas as falhas são rapidamente destruídas. Em segundo lugar, as pessoas perversas discutem as falhas que permanecem durante o tempo que passa enquanto as falhas de um Vaiṣṇava estão sendo destruídas. O terceiro tema de discussão das pessoas perversas é o seguinte: embora os Vaiṣṇavas puros não tenham vontade de cometer falhas, às vezes algum comportamento proibido ocorre por acaso. Tais falhas não duram muito tempo em um Vaiṣṇava. Mesmo assim, pessoas perversas discutem tais falhas e caem, como resultado por criticar um Vaiṣṇava.

Explicação de Srila Bhakti Vinod Thakur.

Como são classificadas as almas?


  
      É necessário dividir todas as almas em quatro grupos. Estes são os quatro grupos de almas: (1) almas comuns, (2) almas piedosas, (3) brâmanes e Vaiṣṇava-prāyas [aqueles que são ‘quase Vaiṣṇavas’], e (4) Vaiṣṇavas. Toda alma é uma morada de Śrī Kṛṣṇa—com esta concepção que devemos respeitar todas as almas. Entre elas, é necessário dar um pouco de respeito especial às almas piedosas. Honrar brâmanes e Vaiṣṇava-prāyas é nosso dever e servir os pés dos Vaiṣṇavas é o mais essencial. Se a pessoa não respeitar as almas, especialmente não respeitar as almas piedosas ou não honrar os brâmanes e Vaiṣṇava-prāyas, esta pessoa comete pecado (pāpa), mas se alguém desrespeita ou desonra um Vaiṣṇava, a pessoa comete ofensa (aparādh). Os pecados são removidos por redenção comum, mas ofensas não vão embora facilmente. Pecados estão ligados aos corpos grosseiro e sutil; ofensas são um tipo especial de culpa: eles estão ligados à própria alma. Portanto, aqueles que desejam servir ao Senhor são especialmente apreensivo sobre ofensas.

Explicação de Śrīla Bhakti Vinod hākur, no Sajjana-toṣaṇī, agosto de 1893.

A jiva no estado liberado é completamente livre de defeitos?


 
 
Bābāji: — Apesar de livre de defeitos, a cit (consciência) atômica é imperfeita, devido ao fato de ser extremamente diminuta, ela é muito débil. Nessas circunstâncias, ela apresenta esse único defeito, o de sua natureza ser capaz de ser quase extinta. O Srimad Bhāgavatam diz: "Ó Senhor de olhos de lótus, a sabedoria não pode ficar livre de contaminação sem a devoção pura por Você. Aqueles que seguem o caminho de jñāna ou que seguem o caminho do processo indutivo, destituídos de um pouco de devoção, podem pensar que são liberados. Mas por não adorarem os Seus pés de lótus, suas mentes permanecem impuras e apesar de eles se esforçarem tanto, não podem alcançar o estágio mais elevado. Eles podem se aproximar da liberação, mas são forçados a cair novamente para o plano mundano, porque negligenciam o recurso de se abrigarem aos Seus pés de lótus". Portanto, apesar de toda melhoria que uma jiva liberada possa apresentar, a imperfeição na sua constituição irá sempre acompanhá-la e esta é a verdade sobre as jivas. É por esta razão que os Vedas dizem que: "Deus é o controlador de  māyā , enquanto que a  jiva  está sujeita ao controle de māyā  por ser a tatastha sakti (potência marginal)".

 
Por  Srila Bhaktivinoda Thākura. Extraído do Jaiva Dharma.

O primeiro sanyas de Srila Bhakti Siddhanta Sarasvati .

    Como uma criança Bhakti Pradipa Tirtha Maharaja foi chamado Jagadisa . Depois de se formar na Universidade de Calcutá, Jagadisa trabalhou como professor , vivendo com sua esposa em Calcutá.
  
Quando foi a  Mayapura para o aniversário de aparecimento do Senhor Caitanya, ele conheceu Bhakti Vinoda Thakura pela primeira vez .Jagadisa caiu prostrado no chão em  lágrimas , buscando  abrigo em Bhakti Vinoda Thakur . Reconhecendo-o, Thakura disse: "Você é uma pessoa qualificada e respeitável , se você assumir a responsabilidade de pregar em nome do Senhor Caitanya , certamente, grande número de pessoas serão atraídas para a mensagem".
 
 
Naquela mesma tarde Siddhanta Sarasvati teve uma longa conversa com Jagadisa por várias horas.
  Mais tarde, ao meio dia, depois de raspar a cabeça e tomar banho no Gange, Jagadisa recebeu mantra diksha de Bhakti Vinoda Thakura em sua casa de campo em Godruma. Bhakti Pradipa passou um tempo considerável em Godruma servindo seu mestre espiritual, Sri Bhakti Vinoda .
 
  Em 23 de junho de 1914, na noite de seu  desaparecimento , Bhakti Vinoda Thakura ofereceu inestimável conselho na presença de Jagadisa e outros devotos, refutando os argumentos dos materialistas e o smartavada .
 
  Quando sua esposa morreu, Jagadisa aceitou a ordem renunciada sob a orientação de Siddhanta Sarasvati no mês de Kartika (outubro- novembro ) em 1920, e veio a ser conhecido como Tridandi Svami Bhakti Pradipa Tirtha Maharaja . Ele foi o primeiro a receber Tridandi Sanyas diksha de Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura .
 
   Em 18 de março, 1933 Bhakti Siddhanta Sarasvati fez um discurso de despedida em honra a Bhakti Pradipa, Bhakti Hridaya Bon Maharaj e Samvidananda Bhaktisastri antes de sua partida para a pregação nos países europeus.
 
  Bhakti Pradipa estava presente quando Bhakti Siddhanta Sarasvati partiu deste mundo em 31 de dezembro de 1936.
 
  Na idade de 82 anos, ele foi para o Purusottama Math em Jagannatha - Ksetra onde ele foi convidado , sob a orientação coletiva de alguns gurus , em meditação até que ele faleceu no tithi Purnima auspicioso no mês de Agrahayana ( novembro-dezembro ) em 1954. Depois de um pouco de descanso , ele reuniu todos os devotos em torno dele , sentou-se no novo asana com sua japa na mão e ouviu Anathanatha dasa ler sobre passatempos sankirtana do Senhor Caitanya da lila Madhya de Chaitanya Bhagavata. Ele ouviu até a estrofe ... "Esse Supremo Senhor, que é constantemente glorificado pelo Senhor Siva Digambara Bhola , o mesmo Senhor está agora a passar por aqui, manifestando sua sankirtana -lila . " Nesse ponto Bhakti Pradipa colocou sua japa no banco , curvou a cabeça e com as mãos postas proferiu "Oh Gaura , Oh Nitai , Oh Gadadhara " , e deu seu último suspiro.
 

O Buda Moderno e o Vishnu Avatar Buda são diferentes?

  Os Vedas codificam instruções  de acordo com a elegibilidade ou qualificação de vários seres vivos , especialmente os seres humanos.  No decorrer do tempo , os homens ignorantes tomaram a  ordem tamasika (o modo da ignorância) como sendo a única instrução dos Vedas e se dedicaram  a uma extensa matança de animais, às vezes até mesmo sacrificando seres humanos durante o culto aos semideuses. Naquela época, o Supremo Senhor desceu na forma de Buda e exteriormente rejeitou os ensinamentos dos Vedas para o bem-estar dos seres humanos incapazes de compreender os verdadeiros ensinamentos dos Vedas. Isto implica que Ele disputou e cancelou Seus próprios ensinamentos anteriores, propôs a futilidade da crença em Deus e pregou para os seres humanos quatro nobres verdades, para libertá-los de suas práticas violentas. Este ato de Buda propiciou  bênção instantânea para a humanidade nesse período.
  Como Buda foi o próprio Senhor Supremo, muitas pessoas resolveram seguir ahimsa -dharma (o caminho da não-violência) devido à sua influência. Como resultado da não-violência , os corações dos seres humanos tornaram-se piedosos e suas qualificações aumentaram gradualmente. Assim que o Senhor Shiva apareceu como Shankaracharya, ele restabeleceu a autenticidade suprema e o decoro dos Vedas,  fundando a filosofia de " brahmakarana - vada " ( Brahman como causa final ). Em épocas posteriores, os fiéis Vaishnavas construiram a filosofia de bhakti sobre esta mesma pedra.
   Sri Caitanya Mahaprabhu, que é o próprio Senhor, removeu as filosofias anteriores propagadas por meio de Sua filosofia "acintya - bhedabheda -tattva" (o princípio da simultânea inconcebível distinção e não- distinção).
   Diz-se que Sakyasimha Buda (filho de Suddhodana e Maya) e Buddha- avatara , objeto de adoração dos Vaishnavas, não são a mesma pessoa. Nosso mais reverenciado Nityalilapravishta Om Vishnupada 108 Sri Srimad Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami Prabhupada disse claramente: "Sakyasimha Buda era apenas uma pessoa com muito aprendizado, por isso não podemos chamar-lhe de o original Buda ou o Senhor  Buda ".

  O Acharya Sri Sankara se enganou ao se referir ao filho de Maya, Buda, como " Sugata Buda" no seguinte comentário :
"Onisciente, transcendental, buddha, rei de justiça, aquele que veio, beneficente, abrangente, senhor, conquistador do deus do amor, vitorioso dos três mundos, aquele que controla seus sentidos, protetor dos seis inimigos, possuidor dos dez poderes, porta voz do monismo (o absoluto Um), professor, senhor dos sábios, personificação de esplendor e eminente santo ."
 
  Em seu comentário sobre o versículo acima , Srila Ragunatha Cakravarti escreveu: "Todos os dezoito nomes de Buda de 'Sarvajna' ( onisciente ) para  ‘Sakyamuni’ , referem-se a Vishnu - avatara Buda. Portanto,  ‘Sugata ' refere-se claramente apenas para Vishnu - avatara Buda."
  "Mestre dos Sakyas , leão dos Sakyas , realizador de todas as metas , filho de Suddhodana , de linha de Gautama , amigo dos eruditos , filho de Mayadevi."
   Aqui, Srila Ragunatha Cakravarti escreveu : "Os sete apelidos de ' sakyasimha buddha ' até ' mayadevisuta ' (o filho de Mayadevi ) referem-se aos monges pertencentes à dinastia Sakya."

  Assim, Sugata Buda e Sunyavadi ( Sakyasimha ) Buda não são a mesma pessoa . Outra evidência é encontrada no  Mr. HT Colebrooke’s  Amarakosha , publicado em Ramapura em 1807. Ali está escrito no capítulo 21 , página 178 de Lalitavistara - grantha que Gautama Buda realizou penitências no mesmo lugar como o Buda anterior ( Vishnu - avatara Buda ). Talvez seja por esta razão que em idades posteriores, ele e Buda são consideradas como sendo o mesmo.

   Atualmente este lugar é conhecido como Buda Gaya ,mas o Srimad -Bhagavatam se refere a ele como Kikata Pradesa .

 
  “Depois disso, no vigésimo primeiro manvantara no início do Kali Yuga, o Senhor aparecerá como Buda, o filho de Anjana , em Kikata Pradesa ( província de Gaya -Bihar ), apenas com o propósito de iludir aqueles que são invejosos dos fiéis semideuses. " ( Srimad-Bhagavatam 1.3.24 )
    Srila Sridhara Svamipada escreveu em seu comentário :
 " Buddha- avatara refere-se a Buda que é o filho de Anjana , e também em uma outra leitura , o filho de Ajina  , o nome é escrito como Ajina ou Anjana e Kikata refere-se a Gaya Pradesa. "
   Está escrito no verso 29 , 36 Capítulo do Sri Nrsimha Purana :
 "O Senhor Narayana apareceu como Buda, quando a idade de Kali começou ."

   Isto implica claramente que o Senhor Buddha apareceu há cinco mil anos. O versículo seguinte pode ser encontrado no segundo parágrafo do Nirnaya - Sindhu :
 "Buda vai nascer no 2 º dia do sukla - Paksha  do mês de Jyaishtha . "

  Outra parte deste livro descreve o modo de adorar Buda :
"Adore o Senhor Buda no 7 º dia do sukla - Paksha do mês de Pausha  (o 9 º mês (inverno)  do calendário Hindu), que é Lunar ."
  Esta é a receita para o culto ao Senhor  Buda, o avatara do Senhor Supremo . O dia de lua cheia do mês de Vaisakha (1º mês do calendario hindu), conhecido como " Buda Purnima", deve ser comemorado para ambos os Budas , sujeitos a consideração de ambos os Budas juntos.
  No comentário de Sri Madhvacarya no verso 1.3.24 do Srimad- Bhagavatam , a partir de seu livro Bhagavata- tatparya , a seguinte citação do Brahmanda Purana foi proferido :
  "A fim de iludir os demônios, ele ( Buda) estava presente na forma de um filho a caminho, enquanto o tolo, jina ( um demônio ) , imaginou que ele fosse seu filho. Mais tarde, o Senhor Sri Hari (como avatara -buddha ) habilmente iludiu jina e outros demônios  com suas fortes palavras de não-violência ."
   Há um  autêntico livro budista, Lankavatara –sutra (publicado com a ajuda  da Sociedade indiana de Textos Budistas e de Governo da Bengala , em janeiro de 1900 DC ), em que Ravana, o rei de Lanka, ora para o filho de Jina , o antigo Buda, e todos os Budas e filhos Budas que apareceriam no futuro. Portanto , esta fonte não deixa dúvidas de que o antigo avatara Buda e o moderno Gautama Buda não são a mesma pessoa.
 



Explicação de Srila Bhakti  Ballabh Tirtha Maharaja




Paul McCartney diz a Dalai Lama que é errado comer carne.

  A lenda dos Beatles escreveu ao líder espiritual ressaltando que comedores de carne contribuem para o sofrimento dos animais, contradizendo sua declaração de que "os budistas acreditam em não causar sofrimento a qualquer seres sencientes (que tem sensações)".
   O hitmaker de Hey Jude discordou quando o Dalai Lama insistiu que ele comia carne por motivos de saúde.
  Em entrevista à revista Prospect, McCartney diz: "Eu descobri que ele não era um vegetariano, então eu escrevi a ele dizendo 'Perdoe-me por apontar isto, mas se você comer animais, então há algum sofrimento em algum lugar ao longo da linha.' Ele respondeu dizendo que os médicos lhe disseram que ele precisava, então eu escrevi de volta dizendo que eles estavam errados."
Escrito no The Editor, em 13 de novembro de  2013.